13 de fev de 2018


A minha arte é ser eu. Eu sou muitos. Mas, com o ser muitos, sou muitos em fluidez e imprecisão. Muitos crêem coisas falsas ou incompletas de mim; e eu, falando com eles, faço tudo por deixa-los continuar nessa crença. Perante um que me julgue um mero crítico, eu só falo crítica. 

A princípio fazia isto espontaneamente. Depois decidi que isto era porque, no meu perpétuo anseio de não levantar atritos, (…)

Fernando Pessoa, in "Inéditos".

Obra de Paul Rumsey.

Fonte: Literatus

Deixe sua crítica, elogio enfim, compartilhe suas idéias e opiniões, para que assim, surjam novos questionamentos. Obrigado pela visita!

Portal Leitura Obrigatória - Informação Gerando Conhecimento . 2017 Copyright. All rights reserved. Designed by Blogger Template | Free Blogger Templates