Projeto sobre a tragédia de Mariana vence o prêmio Educador do Ano


Professor de Ciências, Wemerson da Silva Nogueira incentivou os alunos a estudar e buscar soluções para a população ribeirinha.

Crédito: Fundação Victor Civita


Quem não se lembra do rompimento da barragem de Fundão, próximo à cidade de Mariana (MG), que provocou um dos maiores desastres ambientais do planeta? O professor Wemerson da Silva Nogueira usou o fato como ponto de partida e criou o projeto Filtrando as Lágrimas do Rio Doce com alunos do 8º ano da EEEFM Antônio dos Santos Neves, localizada em Boa Esperança (ES). A iniciativa rendeu a ele o prêmio de Educador do Ano de 2016. Com a visibilidade alcançada agora, Wemerson acredita que o projeto poderá alcançar outras cidades atingidas pela tragédia.

A cerimônia de premiação ocorreu no Teatro Santander na noite de 17 de outubro, e teve como mestre de cerimônias a jornalista Sandra Annemberg. Além disso, a cantora Negra Li foi a atração musical que animou a noite de premiação de Wemerson e de outros nove Educadores Nota 10, representantes dos estados do Amazonas, Rondônia, Bahia, Goiás, Espírito Santo, São Paulo e Santa Catarina. O ministro da Educação, Mendonça Filho, e o secretário da Educação do Estado de São Paulo, José Renato Nalini, também estavam presentes.

Organizada pela Fundação Victor Civita em parceria com a Fundação Roberto Marinho, com apoio da Associação Nova Escola e patrocínio da Fundação Lemann e Somos Educação,a 19ª edição do prêmio recebeu 4.221 inscrições. Destes, 50 foram selecionados como finalistas e dez receberam o prêmio de Educador Nota 10.

Via - Nova Escola

Comentários