Maioridade penal: veja deputados que mudaram voto para 'sim'

Emenda substitutiva foi aprovada por 323 a 155 votos e duas abstenções na madrugada desta quinta-feira.


Sob o comando do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em menos de 24 horas a Casa derrubou a rejeição à redução da maioridade penal e aprovou, em primeiro turno, a emenda. O projeto reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos para crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. Na segunda votação, 22 deputados que tinham votado contra a medida na noite anterior voltaram atrás.

O partido com deputados contrários à mudança na primeira votação e que passaram a apoiá-la foi o PSB - quatro mudaram de ideia. Já o PMDB, partido de Eduardo Cunha, viu três deputados optarem pelo sim. Silas Brasileiro (MG) havia faltado à primeira sessão e votou não na segunda.

A emenda substitutiva foi aprovada por 323 a 155 votos e 2 abstenções. Na prática, a abstenção é como votar contra, já que significa um apoio a menos durante a votação.

Deputados que se abstiveram ou votaram não na primeira sessão e sim na segunda:

Abel Mesquita Jr. (PDT-RR) 
Marcelo Matos (PDT-RJ) 
Subtenente Gonzaga (PDT-MG) 
Kaio Maniçoba (PHS-PE) 
Celso Maldaner (PMDB-SC) 
Dulce Miranda (PMDB-TO) 
Waldir Maranhão (PP-MA) 
Marcos Abrão (PMDB-GO) 
Dr. Jorge Silva (PROS-ES) 
Rafael Motta (PROS-RN) 
Heráclito Fortes (PSB-PI) 
Paulo Foletto (PSB-ES) 
Tereza Cristina (PSB-MS) 
Valadares Filho (PSB-SE) 
Marcos Reategui (PSC-AP) 
João Paulo Papa (PSDB-SP) 
Mara Gabrilli (PSDB-SP) 
Eros Biondini (PTB-MG) 
Dr. Sinval Malheiros (PV-SP) 
Evair de Melo (PV-ES) 
Expedito Netto (Solidariedade-RO) 
JHC (Solidariedade-AL)

Deputados que faltaram na primeira votação e votaram sim na segunda:

Cabuçu Borges (PSDB) 
Iracema Portella (PP-PI) 
Irmão Lazaro (PSC-BA) 
Rogério Marinho (PSDB-RN) 
Silas Brasileiro (PMDB- MG) 
Takayama (PSC-PR)

Fonte: Terra

Comentários