3 de nov de 2014

Mulher é condenada a 1 ano de prisão no Irã por tentar ver jogo de vôlei

Ghoncheh foi acusada de fazer ‘propaganda contra o Estado’; campanha online pede libertação da estudante

Uma mulher foi condenada no Irã a um ano de prisão por tentar ver uma partida de vôlei. Ela foi acusada de violar as leis de segregação do país, que proíbem as mulheres de assistir a eventos esportivos masculinos. “Hoje, o presidente do tribunal me mostrou a sentença, na qual minha cliente é condenada a um ano de prisão”, disse à agência de notícias ILNA Mahmoud Alizadeh Tabataí, o advogado da jovem detida, Ghoncheh Ghavami.

Ghavamí, de 25 anos, tem nacionalidade iraniana e britânica. Ela é estudante de Direito na Universidade de Londres e graduada na Escola de Londres de Estudos Orientais e Africanos (SOAS). No dia 20 de junho, a jovem foi a uma partida da seleção iraniana de vôlei no estádio Azadi de Teerã, na companhia de várias ativistas dos direitos femininos.

Todas exigiam liberdade para que as mulheres pudessem comparecer a esse tipo de evento. Várias delas foram detidas pelas Forças de Segurança e liberadas sob fiança, mas Ghavami foi detida novamente, ao retornar à delegacia dez dias depois para pedir de volta seus objetos pessoais. Uma campanha online pede a libertação da estudante e já conta com mais de 23 mil adesões na página criada no Facebook.

Foto de capa: Free Ghoncheh Campaign/AP

Fonte: Revista Fórum
  • Comentar com o Gmail
  • Comentar com o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Poste seu comentário. Compartilhe suas idéias e opiniões, para que assim, surjam novos questionamentos.

Item Reviewed: Mulher é condenada a 1 ano de prisão no Irã por tentar ver jogo de vôlei Rating: 5 Reviewed By: Informação Gerando Conhecimento