3 de julho de 1927, Uruguai é o primeiro país da América Latina a aprovar o voto feminino



No dia 3 de julho de 1927 o Uruguai se tornou o primeiro país da América Latina a aprovar o voto feminino. Um alteração na Constituição em 1917 permitia que as mulheres participassem dos pleitos. Mas esse direito apenas entrou em prática durante a realização do Plebiscito de Cerro Chato, no dia 3 de julho de 1927, quando pela primeira vez houve participação feminina. 

As crônicas da época informam que a primeira eleitora latino-americana foi uma brasileira de 90 anos que vivia em Cerro Chato, chamada Rita Ribera. O Equador foi o segundo país da região a admitir o voto feminino, em 1929. O direito dos votos às mulheres só foi aprovado no Brasil em 1932.

Fonte: hojenahistoria

Comentários